6 de setembro de 2011

A arte detalhista das Action Figures


Action Figure ou figura de ação não são bonequinhos (isso é afronta pra quem coleciona). O termo action-figure ou figura de ação foi usado primeiramente pela Hasbro em 1964, ao introduzir sua linha G.I. Joe. Até o momento só havia as chamadas “Dolls” pelos norte-americanos, que eram bonecas ou bichos de pelúcia feitos especialmente para as meninas. Daí criou-se a necessidade de um novo termo para os brinquedos para os meninos.
 
Action do Capitão América do filme com vários detalhes

G.I. Joe era inicialmente uma linha de figuras de ação de tema militar na escala 1:6. Era possível trocar a roupa e o equipamento do boneco, com acessórios inclusos ou vendidos separadamente, como nos bonecos e bonecas para meninas, mas a proposta era mais voltada para brincadeiras de ação, daí os termos “action figure” (figura de ação) ou “action soldier” (soldado de ação). Eram heróis de guerras e aventuras, diferentes das “dolls” (bonecas).


Capitão Jack Sparrow
A versão menor dos G.I. Joes (conhecida no Brasil como “Comandos em Ação”) surgiu bem mais tarde, em 1982, e os personagens, além de diminuírem de tamanho (passando para a escala 1:18), passaram a ter roupas diretamente esculpidas e pintadas no corpo (em vez de serem removíveis e feitas em tecido).
Indiana Jones bem real
Atualmente, o que ocorre é que aquelas crianças fanáticas por action figures (utilizados até então como brinquedos), cresceram e deram origem à um nicho de mercado muito peculiar: os colecionadores.
Kurt, do Nirvana
Para ser colecionador de action figure o sujeito tem que ter sangue no olho e dinheiro no bolso. Exageros a parte, mas é que há os mais extremistas, que pagam centenas, ou até milhares de “dinheiros” para conseguir um exemplar raríssimo de algum boneco lançado há décadas.


Spawn
Quando o objeto encontra-se intacto, com a embalagem original, os preços podem chegar à valores considerados por alguns como absurdo.
Arnold Schwarzenegger
Porém existem aqueles colecionadores mais “normais” que contentam-se em colecionar peças atuais, adquiridas em lojas especializadas. Dentre as diversas fabricantes existentes, destacam-se a McFarlane Toys e a SideShow Collectibles principalmente pelo excelente acabamento e impressionante nível de detalhe das peças.
Joker Heath Ledger
Infelizmente este é um hobby que pode, facilmente, esgotar suas economias em alguns minutos, tendo em vista que as peças não são muito baratas, principalmente pelo fato da maioria delas serem de fora do país.


Post com texto extraído do Protocolo Nerd 

0 comentário(s):

Postar um comentário